IBGE 2016: inscrições terminam nesta quinta

Concurso oferece 600 vagas e tem salários entre R$ 3.556,85 e R$ 9.192,88

Por O Dia

Rio -  Interessados em concorrer a uma das 600 vagas ofertadas pelo IBGE devem ficar atentos ao prazo de inscrição, que termina nesta quinta-feira. Quem for aprovado será contratado em regime estatutário e garantirá a estabilidade no serviço público. A remuneração básica varia de R$ 3.556,85 a R$7.458,49, podendo ser maior de acordo com o nível de formação acadêmica.

Erika Pacheco está na corrida contra o tempo para a prova do IBGEDivulgação

Para os cargos de técnico os ganhos podem chegar a R$5.096,01 e para os analistas e tecnologistas, a R$9.192,88. Estes são os valores máximos para quem for aprovado e possuir doutorado, por exemplo. Especialistas indicam que é necessário redobrar a atenção nas matérias específicas. Lincoln Moura, coordenador do Curso Pra Passar, alerta que é fundamental ler os textos escolhidos pela banca em provas anteriores, para respostas às questões de Português, porque costumam ser longos e ter linguagem carregada em metáfora. As matérias mais cobradas do conteúdo programático são paralelismo, semântica, reescritura de frases, crase, figuras de linguagem e concordância (verbal e nominal).

Marcelo Saraiva, professor do site Concurso Virtual, diz que Geografia pode ser estudada a partir de livros didáticos de Ensino Médio atualizados, dedicando boa parte de seu conteúdo a Geografia do Brasil. É importante formular questões de prova que unam o conteúdo a ser abordado com a função no IBGE, relacionando o conteúdo das notícias com os principais temas abordados pelo edital. “Resolver exercícios de provas anteriores também é sempre uma boa estratégia para os candidatos”, alerta Saraiva.

Erika Pacheco, aluna do site Concurso Virtual, comenta sobre o seu preparo e dedicação para as provas: “Estou estudando com afinco para o IBGE. Acredito que seja um excelente trampolim, para bancar meus estudos para um próximo”. As inscrições para o concurso podem ser feitas pelo site:www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/ibge até o próximo dia 28.

“Decida-se por uma preparação com antecedência ”, diz Claudia Jones, jornalista do site QConcursos

Vários estudantes já me perguntaram como “prever” o que vai cair na prova, para saber o que estudar e não estudar. Adoraria saber, pois iria ajudar muita gente. Porém, como minha “bola de cristal” ainda não é tão mágica, sinto tanto por frustrar muitos neste momento! Brincadeiras à parte mas, infelizmente, não dá para prever o que pode ou não cair. Porém, por outro lado, nada do que uma boa pesquisa, em cima da banca organizadora, não possa ajudar a saber por qual caminho ela tem costumado a seguir nos últimos concursos. Por isso sempre digo que, treinar a banca, vai, não só deixá-lo afiado com o estilo dela, como dará uma possibilidade de conhecer os “gostos” dela por determinados temas.

Se você me perguntar se deve estudar todo o edital, eu direi que depende. Depende de vários fatores como, por exemplo, o tempo que você começou a estudar. Se você começa a estudar com bastante antecedência, o que é o aconselhável , vale a pena passar por todos os itens do edital, sim. Porém, se você começa a estudar quando o edital é publicado, aí, vale otimizar, estudar o perfil da banca e o que ela mais tem cobrado nos últimos concursos e apostar as fichas nestes temas.

Mas, se sobrar tempo, ataque os outros que não caíram também nas últimas provas. Afinal, nada impossibilita a banca de mudar só para dar uma rasteira no candidato. Então, aconselho, como sempre, que você se decida por uma preparação com antecedência e, acima de tudo, que mantenha-se atualizado por meio de um treinamento intensivo de questões da banca, concomitantemente, ao estudo teórico. Além de alavancar a sua preparação, você se sentirá muito mais confiante para mudar de tópico se tiver conhecedor do tópico que está estudando. Bons estudos!

Últimas de _legado_Economia