Proprietário de Red Bull mostra insatifação com compostos de pneus da Pirelli

Pirelli reconhece demora por parada na corrida de Mantmeló

Por O Dia

Áustria - O austríaco Dietrich Matschitz, proprietário da escuderia Red Bull, na qual competem o alemão Sebastian Vettel e australiano Mark Webber, se mostrou muito irritado com os pneus após a disputa do Grande Prêmio da Espanha de Montmeló. Mateschitz, que aparentemente teve uma reunião ontem à noite de 45 minutos com o "patrão" da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, discorreu para a "Autosport" sobre o impacto que os novos compostos de pneu muito mais agressivos, da Pirelli, estão tendo nas corridas.

Do ponto de vista de Dietrich Matezchitz, sua escuderia está sendo prejudicada pelos novos compostos de pneus, que em Montmeló renderam a Sebastian Vettel um quarto lugar, sem nenhuma possibilidade de brigar com as Ferraris e a Lotus. "Todo mundo sabe o que acontece aqui", disse à "Autosport", acrescentando que "isto não tem nada a ver com as corridas, agora se trata de uma competição para usar os pneus da melhor maneira".

"A classificação para a saída agora é uma briga para economizar pneus para a corrida e nesta, para conseguir o melhor rendimento do carro, seria preciso parar oito ou dez vezes, dependendo do circuito", afirmou Mateschitz. "O objetivo era conseguir uma corrida mais emocionante com mais paradas para mudar os pneus, mas não tanto", disse o líder da escuderia, que reconheceu que a "intenção original era diferente da situação atual". A Pirelli reconheceu após a corrida de Montmeló que uma corrida com quatro paradas foi um passo longo demais e agora considera a possibilidade de conseguir uma mudança de pneus antes do Grande Prêmio da Grã-Bretanha.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência