Messi é acusado de sonegar até R$ 37 milhões na Receita Federal espanhola

Processo foi apresentada no juizado de instrução interino de guarda de Gavà, em Barcelona, onde vive o jogador argentino

Por O Dia

Espanha - A Promotoria de Crimes Financeiros de Barcelona, na Espanha, apresentou nesta quarta-feira uma queixa contra o atacante Lionel Messi e seu pai, Jorge Horacio Messi, por sonegação de imposto de renda entre 2007 a 2009. De acordo com o jornal espanhol El País, o valor não declarado chegaria a 13 milhões de euros (cerca de R$ 37 milhões).

De acordo com o relatório, o jogador e seu pai utilizavam um esquema para não declarar o montante à Receita do país e desviavam o valor para empresas sediadas em paraísos fiscais. Os dois ainda realizariam contratos de prestação de serviço para que o dinheiro pudesse voltar livre de impostos para a Espanha.

Messi deixa aeroporto com a seleção argentina na madrugada desta quarta-feiraEfe

O processo, assinado pela promotora Raquel Amado, foi apresentada no juizado de instrução interino de guarda de Gavà, em Barcelona, onde vive o atacante argentino.

Messi está à serviço da seleção argentina para disputar a Copa das Confederações, que começa no  próximo sábado. Nesta terça-feira, pelas Eliminatórias, no Equador, o atleta entrou em campo contra a equipe da casa. A partida terminou empatada em 1 a 1.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência