Renzi aceita posto de premiê da Itália e apresenta lista de ministros

Renzi fica no lugar de Enrico Letta que renunciou depois que o Partido Democrata lhe deu as costas e exigiu um novo executivo

Por O Dia

Itália - O secretário-geral do Partido Democrata (PD), Matteo Renzi, aceitou nesta sexta-feira assumir o cargo de primeiro-ministro da Itália e apresentou sua lista de ministros ao presidente do país, Giorgio Napolitano, em uma reunião de duas horas e meia no palácio do Quirinale, sede da chefia de Estado.

O anúncio da aceitação para formar governo foi realizado pelo secretário-geral da Chefia do Estado, Donatto Marra, que leu um breve comunicado na sala de imprensa do Quirinale.

Matteo Renzi é o novo premiê da Itália e anuncia seu governoEFE

Marra informou que neste sábado, às 11h30 locais (7h30), vai acontecer o juramento do novo Executivo, liderado por Renzi.

Desse modo, o líder do PD põe fim às "reservas" com as quais aceitou formar o Executivo na segunda-feira passada por incumbência de Napolitano, após a demissão de Enrico Letta, também do Partido Democrata.

No último dia 14, Letta apresentou sua renúncia ao chefe do Estado, depois que o Partido Democrata lhe deu as costas e exigiu um novo Executivo para tirar o país da imobilidade.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência