Jovem apanha de idosos ao se recusar a ceder lugar em ônibus na China

Vídeo que mostra idosos linchando jovem se tornou viral na web; discussão sobre choque de gerações foi levantada

Por O Dia

China - Um jovem acabou apanhando dentro de um ônibus nesta quinta-feira por se recusar a ceder o lugar onde estava sentado para um idoso na cidade de Wuhan, na China. Apesar do rapaz está ocupando um acento preferencial, se recusou a se levantar e acabou linchado por passageiros indignados com sua atitude.

Uma pessoa gravou o ocorrido pelo celular e divulgou as imagens na internet. Rapidamente o vídeo ganhou popularidade na China, com mais de 160 mil visualizações, e levantou questões sobre o choque de comportamento entre gerações.


As imagens mostram o jovem chinês sentado em um assento amarelo - reservado para idosos, gestantes, deficientes físicos e grávidas - sendo repreendido por um homem mais velho. Após uma discussão acalorada, o idoso empurra o jovem, que acaba apanhado dele e dos outros idosos que estavam ao redor.

Depois que o vídeo foi carregado para um popular site social chinês, a história se tornou viral com muitos comentários afirmando a sua descrença com a violência. Um internauta questionou a atitude do idoso. "Se eles têm a força para bater nas pessoas, por que eles precisam de lugares especias?".

Já outro, aparentemente, mais velho disse: "As novas gerações estão esquecendo do respeito aos mais velhos. É importante lembrar que idosos precisam de cuidados". Autoridades chinesas disseram que nenhuma prisão foi feita após o incidente e que o jovem não ficou gravemente ferido.

Conflito de gerações

Incidentes como esse são frequentes na China, onde a tensão entre as gerações mais novas e as mais velhas parece estar aumentando. A política do filho único no país - que existe desde 1979 e já passou por algumas mudanças – tem contribuído para uma mudança demográfica enviesada.

De acordo com algumas estimativas, um terço da população terá mais de 60 anos de idade no meio deste século, e estão aumentando os temores de que a população economicamente ativa de hoje terá dificuldades para sustentá-los.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência