Funcionário da Cruz Vermelha é internado com suspeita de ebola na Rússia

Este não é o primeiro caso de suspeitas de ebola em território russo, embora as anteriores não tenham sido confirmadas

Por O Dia

Rússia - Um funcionário da Cruz Vermelha foi hospitalizado neste domingo na região de Litoral, no Extremo Oriente da Rússia, por suspeitas de um possível contágio do vírus do ebola, informou a site dessa região. "Segundo os dados preliminares, o paciente é um empregado da Cruz Vermelha que trabalhou na África", segundo o comunicado do portal.

A nota acrescenta que "conforme o regulamento, o passageiro (do voo SU1702 procedente de Moscou) primeiro foi analisado por especialistas do ponto de controle sanitário do aeroporto e pelos serviços de Saúde russos". "Após isso, foi entregue a profissionais paramédicos (...) que o levaram para uma clínica de (a cidade) de Ussuriysk onde montaram um hospital especial".

Em Ussuriysk lhe farão testes em um laboratório de virologia e os resultados serão enviados com urgência a outro laboratório maior da cidade de Novosibirsk. Segundo as autoridades sanitárias russas, este não é o primeiro caso de suspeitas de ebola em território russo, embora as anteriores não tenham sido confirmadas e resultaram ser sintomas de outras doenças.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência