Consumo de bebidas alcoólicas pode levar a dois anos de prisão na Indonésia

Iniciativa de partidos islâmicos exclui hotéis cinco estrelas e os principais destinos turísticos do país, como a ilha de Bali

Por O Dia

Indonésia - O parlamento da Indonésia admitiu o trâmite de um projeto de lei apresentado por dois partidos islâmicos que propõem penas de até dois anos de prisão por beber, produzir ou distribuir bebidas com mais de 1% de álcool, informou nesta terça-feira a imprensa local.

"Mediante esse projeto, o consumo de bebidas alcoólicas pode levar uma pessoa à prisão e ser tratada igual a um traficante de drogas", afirmou o deputado Muhammad Arwani Thomafi, do Partido para o Desenvolvimento Unido (PPP), ao jornal The Jakarta Post.

Turista consome bebida alcoólica na praia de Seminyak%2C na ilha de BaliReuters

A iniciativa, apoiada também pelo Partido da Justiça e Prosperidade (PKS), defende, sem apresentar estudos científicos, que o álcool tem influência sobre 58% dos crimes cometidos no país. Além disso, de acordo com o texto da lei, a substância causaria perda de memória, loucura e Alzheimer, entre outros tipos de doenças mentais.

Levando em consideração o turismo, o projeto exclui os hotéis cinco estrelas e os principais destinos turísticos, como a ilha de Bali, de cumprirem a norma caso ela seja aprovada. A Indonésia possui cerca de 250 milhões de habitantes, com 88% delas de orientação islâmica.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência