Ministro diz que 'número 2' do Estado Islâmico foi morto em ataque aéreo

Bombardeio da coalizão internacional em cidade ao norte do Iraque teria matado Abdul Rahman Mustafa al-Qaduli

Por O Dia

'Número 2' do Estado Islâmico, Abdul Rahman Mustafa al-Qaduli, foi morto em ataque aéreoReprodução

Iraque - O "número 2" do grupo terrorista Estado Islâmico, Abdul Rahman Mustafa al-Qaduli, foi morto em um ataque aéreo da coalizão internacional na cidade de Tal Afar, ao norte do Iraque. A informação foi divulgada em vídeo pelo ministro da Defesa do Iraque nesta quarta-feira.

O líder Abu Alaa al-Afri estaria na mesquita al-Shuhada no momento do ataque, segundo as informações do ministro iraquiano. Dezenas de militantes morreram na ofensiva. A região foi tomada pelo grupo terrorista em junho do ano passado. Autoridades iraquianas afirmam que al-Afri havia assumido temporariamente a liderança do Estado Islâmico depois de o califa Abu Bakr al-Baghdadi ter ficado gravemente ferido em outro ataque aéreo ocorrido na região.

O Pentágono, nos EUA, ainda não confirmou a morte do terrorista. Na última semana, o governo norte-americano ofereceu um total de US$ 20 milhões (R$ 61 milhões) em recompensa por informações que levem a quatro supostos líderes do autoproclamado Estado Islâmico.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência