Garoto de 15 anos descobre novo planeta

Estudante avistou o corpo celeste quando fazia estágio em universidade

Por O Dia

Inglaterra - Um garoto de apenas 15 anos descobriu um novo planeta, girando em torno de uma estrela, que está a mil anos-luz da Terra. A informação foi divulgada pela Universidade de Keele, na Inglaterra. Embora a primeira visualização tenha acontecido em 2013, foram necessários mais dois anos de observações científicas para provar que o objeto era mesmo um planeta. Tom Wagg, responsável pelo feito, tem hoje 17 anos de idade.

Tom Wagg%2C hoje aos 17%3A sua descoberta foi estudada nos últimos dois anosReprodução

“Estou extremamente animado por ter encontrado um novo planeta, e estou muito impressionado de podermos encontrá-lo tão longe”, declarou o pequeno cientista.

O estudante fazia um estágio na instituição quando fez a descoberta. Tom analisava dados de um projeto de monitoramento de estrelas, quando percebeu que uma delas tinha pequenas alterações de luz. Essas mudanças indicaram que um planeta passava na frente dela, durante sua órbita.

O planeta descoberto pelo jovem tem aproximadamente o tamanho de Júpiter, e dá a volta em seu ‘sol’ no tempo equivalente a dois dias terrestres. Júpiter leva doze anos. Ele fica próximo da estrela, por isso deve ser quente — pode atingir temperaturas na casa dos mil graus Celsius. Sua órbita veloz faz com que interfira mais na luz da estrela para um observador distante, tornando-o mais fácil de ser identificado.

O estudo de Tom foi checado também pelas Universidades de Liege, na Bélgica, e Genebra, na Suíça, para comprovar que estava certo e que se tratava mesmo de um corpo celeste grande o suficiente para ser um planeta. “O software do WASP (programa de monitoramento de estrelas) foi impressionante ao permitir que eu analisasse centenas de estrelas diferentes, procurando aquelas que têm planetas”, disse o estudante em comunicado da universidade. Por ser o 142º planeta descoberto pelo sistema, um projeto colaborativo, o descoberto por Tom ganhou o número de catálogo WASP-142b. Um nome ainda não foi definido.

Aluno da Newcastle-under-Lyme School, Tom sempre foi interessado em Ciências. Ele pediu para participar dos experimentos ao saber que Keele tinha um grupo de pesquisa sobre planetas extra-solares.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência