Alta na energia elétrica puxa inflação em janeiro

IPC-S medido na segunda semana de janeiro acelera em fecha em 1,28%. Além da conta de luz, passagem de ônibus e reajuste de mensalidade pesam no bolso

Por O Dia

Rio - Puxada pelos aumentos na conta de energia, o IPC-S da segunda semana de janeiro registrou alta de 1,28%, aceleração expressiva na comparação com a semana anterior, quando o índice de inflação avançou 0,96%. Considerando-se os gastos individualmente, o aumento mais relevante foi da tarifa de eletricidade, que teve alta de 7,76%.

A mudança para o sistema de bandeiras tarifárias, que começou ma vigorar em janeiro, deve continuar a pressionar o índice pelo menos por mais duas semanas. “Este IPC-S pegou somente uma parte do impacto, porque ele mediu 15 dias no mês de dezembro, quando o sistema de bandeiras ainda não vigorava. Este ano ainda haverão ajustes extraordinários na tarifa. Já ocorreu um na Eletropaulo”, afirmou o economista da Fundação Getúlio Vargas André Braz.

Reajustes nas mensalidades escolares contribuiu para a aceleração da inflação no início de janeiroEBC

As passagens de ônibus urbanos também contribuíram para o resultado, com um acréscimo de 4,36%. Houve reajustes no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Salvador, cidades com grande peso na composição do índice. Levando-se em conta os grupos de gastos, o maior aumento foi na categoria Educação, Leitura e Recreação, que passou de 0,79% na semana passada para 1,93% nesta semana. O reajuste das mensalidades escolares, que ficou acima da inflação, foi o maior culpado pela alta neste grupo de despesas.

“O ensino superior tem um peso maior no índice, mas ele sobe menos por causa da competição acirrada no mercado. O ensino médio e o fundamental subiram mais, entre 9% e 10%”, explica ele, ressaltando que o setor de serviços tem tido altas constantes acima da inflação. O grupo de Habitação teve alta de 1,54%, enquanto os gêneros alimentícios subiram 1,70%. Neste item, as hortaliças e legumes pesaram no bolso, com variação de 11,56%.

Últimas de _legado_Opinião