Editorial: Aprender a lição da energia

O desempenho da economia é intimamente ligado ao consumo de energia

Por O Dia

Rio - O pacote anunciado ontem pelo governo de R$ 186 bilhões em energia, incluindo investimentos em transmissão e geração e o desligamento de 21 termelétricas, é a típica ‘boa notícia sem contexto’. Isoladamente, trata-se de robusto plano numa área vital. Analisando o cenário, porém, reflete o momento delicado do país.

O desempenho da economia é intimamente ligado ao consumo de energia. Em tempos de PIB negativo, não há necessidade de gerar tanta luz — daí o desligamento das caras termelétricas. As chuvas, que o governo considera satisfatórias, também são fator importante nessa conta. O resultado é um prometido abatimento de até 20% na bandeira vermelha.

Estabeleceu-se esse regime de compensações para repor as perdas milionárias, depois do malsucedido barateamento a fórceps das tarifas, que se mostrou equivocado. Agora retomam-se investimentos que, se não reinventam a roda, ajudam no desenvolvimento do setor. Espera-se que o governo tenha aprendido a lição da energia.

Últimas de _legado_Opinião