Comissão da Verdade do Rio quer visitar instalações do antigo DOI-Codi

Integrantes foram impedidos de entrar no local na manhã desta quarta-feira

Por bianca.lobianco

Rio - O presidente da Comissão da Verdade do Rio, Wadih Damous, dará uma coletiva à imprensa nesta quarta-feira, às 18h, sobre a reunião que terá com o comandante militar do Leste, general Francisco Carlos Modesto, para tratar de uma visita da comissão às instalações do antigo DOI-Codi. Esse órgão, que na ditadura foi o principal centro de torturas de presos políticos no Rio, funcionava no interior do 1º Batalhão da Polícia do Exército, na Rua Barão de Mesquita, na Tijuca, Zona Norte do Rio.

Comissão da Verdade é impedida de entrar em instalações onde funcionava o antigo DOI-CodiJosé Pedro Monteiro / Agência O Dia

Uma comitiva organizada pela Comissão da Verdade esteve na manhã desta quarta-feira no batalhão e foi recebida pelo comandante da unidade, o tenente-coronel Luciano. Ele alegou ter recebido ordens superiores para não deixar que os integrantes da comissão tivessem acesso ao prédio onde funcionava o DOI-Codi. Diante disso, por reivindicação de Wadih, o comandante militar do Leste terá a reunião com representantes da comissão para conversar sobre o assunto.

Comissão da Verdade é impedida de entrar em instalações do antigo DOI-CodiJosé Pedro Monteiro / Agência O Dia

Além de Wadih, estiveram no quartel, na manhã desta quarta-feira, cinco membros da Comissão da Verdade: Geraldo Cândido, Nadine Borges, Álvaro Caldas, João Ricardo Dornelles e Marcelo Cerqueira. O deputado federal Ivan Valente (PSol) e o deputado estadual Robson Leite (PT); o advogado Modesto da Silveira, integrante da Comissão de Ética da Presidência da República; e Cecília Coimbra, do grupo Tortura Nunca Mais.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia