Informe do DIA: Batina justa

Bispos do Estado do Rio deram uma bronca nos senadores e deputados federais católicos fluminenses

Por O Dia

Rio - Os bispos do Estado do Rio deram uma bronca nos senadores e deputados federais católicos fluminenses. Enviaram para eles carta em que criticam a suposta omissão de todos na tramitação do projeto que prevê atendimento a mulheres vítimas de violência sexual.

Aprovado pelo Congresso e sancionado por Dilma Rousseff, o PLC nº 3/2013 — que virou lei — prevê a “profilaxia da gravidez”, o que, para os religiosos, “facilita o aborto”. Na carta, os bispos dizem que gostariam de ter ouvido, “mais nitidamente”, as vozes dos parlamentares.

Condenação

O documento é bem explícito:“Esperávamos uma demonstração mais firme e corajosa de Vª. Excia. na defesa da vida da criança e da mãe”. A lei brasileira admite o aborto em casos de estupro e de risco de vida da gestante.

Sem profilaxia

A Igreja também critica a possibilidade de fornecimento da pílula do dia seguinte. Agora, o governo quer susbtituir “profilaxia da gravidez” por uso de “medicação com eficiência precoce para prevenir gravidez resultante de estupro”.

Últimas de Rio De Janeiro