BRS da Marechal Rondon entra em fase de teste

Novo corredor expresso da região do Grande Méier terá 15 pontos de ônibus. Por enquanto, os motoristas receberão orientação e não serão multados

Por O Dia

Rio - Começam hoje os testes operacionais de implantação do BRS da Avenida Marechal Rondon, via que liga o Méier ao Maracanã. O novo BRS contará com 15 pontos de ônibus, onde todas as linhas são integradas. Ele começa na Rua Cônego Tobias, no Méier, e termina na Rua Souza Dantas, em São Francisco Xavier (antigo Rocha). A extensão é de aproximadamente quatro quilômetros. 

O BRS 24 de Maio funciona desde novembro. O da Marechal Rondon se integrará a ele%2C no sentido contrárioAndré Mourão / Agência O Dia

Em dezembro, a Rio Ônibus disponibilizou monitores que tiraram dúvidas e distribuíram folhetos com mais detalhes sobre o BRS que está sendo implantado hoje. Das três faixas de rolamento, apenas uma será destinada ao transporte público.

>>> INFOGRÁFICO: O BRS na região do Grande Méier

Segundo o secretário municipal de Transportes, Carlos Osório, os próximos corredores exclusivos para ônibus serão implantados na Rua Voluntários da Pátria, em Botafogo, e em mais um trecho da Rua Haddock Lobo, a partir do Largo da Segunda-Feira até o Viaduto Paulo de Frontin. Já há um trecho desta rua que integra o BRS Estácio-Centro.

24 DE MAIO

O BRS da Rua 24 de Maio, Rua que corre paralelo à Marechal Rondon, mas no sentido Zona Norte—Centro, funciona desde o fim de novembro. Porém, um dos pontos foi retirado, na altura da Rua Frei Pinto, o que causou queixa de moradores: o local contava com cobertura e era vizinho à travessia de pedestres.

Ao contrário dos BRS implantados em Copacabana e no Centro, nos corredores da região do Grande Méier — o que está sendo inaugurado hoje e o da 24 de maio — as linhas param todas no mesmo ponto.

No BRS, além da faixa azul pintada no asfalto, placas indicam a restrição para a circulação de automóveis de passeio por parte da via. Só podem circular pelos corredores ônibus e táxis. Quem desobedecer está sujeito à multa, que pode chegar a R$ 127,69. 

Sistema estreou em Copa 

O Bus Rapid System (BRS) foi implantado, pela primeira vez, em fevereiro de 2011, na Avenida Nossa Senhora de Copacabana. Posteriormente, também em Copacabana, a Rua Barata Ribeiro passou a contar com o corredor exclusivo, o que diminuiu o tempo de travessia pelo bairro em 40%, segundo a prefeitura. Ainda naquele ano, as faixas exclusivas para ônibus foram estendidas até o Leblon e também ao Centro, nas avenidas Antônio Carlos e Primeiro de Março.

Em 2012, as avenidas Rio Branco e Presidente Vargas foram as beneficiadas. No ano passado, foi a vez do BRS Tijuca, com o corredor que segue pela Rua Dr. Satamini até a altura Rua General Roca, na Praça Saens Peña. Ainda foi inaugurado o BRS Carioca, que liga o Centro até o BRS da Tijuca, e o Estácio—Carioca, implantado de urgência para auxiliar a aliviar o trânsito com mudanças viárias na Zona Portuária.

Últimas de Rio De Janeiro