Cerco a Kassab

Pesos-pesados do PMDB entraram em cena para impedir que, depois do PT, outros partidos façam uma carreira-solo no estado

Por thiago.antunes

Rio - Pesos-pesados do PMDB entraram em cena para impedir que, depois do PT, outros partidos façam uma carreira-solo no estado. Semana passada, Sérgio Cabral, Eduardo Paes e Jorge Picciani (presidente do partido no estado) tiveram uma longa conversa com o presidente do PSD, Gilberto Kassab. 

Na reunião, insistiram para o partido apoiar Pezão na briga pelo governo e disputar, coligado ao PMDB, as eleições para a Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa. Disseram que é a melhor opção para o PSD.

Indio quer governo

Kassab ficou de pensar na proposta. O problema é que Indio da Costa, presidente do PSD-RJ, diz que será candidato ao governo. Ele também não quer saber de apoiar a reeleição de Dilma Rousseff.

Beijinho da Dilma

Por falar na presidenta. Um gaiato sincronizou seus movimentos labiais com o hit ‘Beijinho no ombro’. Ficou engraçadíssimo. Confira.


Sem médicos

O governo federal foi intimado pela Justiça a explicar, em 72 horas, a falta de médicos no Hospital Cardoso Fontes. A ação foi proposta pelo Conselho Regional de Medicina, que pede a contratação de 235 profissionais.

Solução

A família do estudante João Pedro Cruz, morto por PMs, esteve ontem com a chefe da Polícia Civil, Martha Rocha. Ela prometeu esclarecer o caso até o fim de fevereiro.

Namoro nos parques

Muitos casais formados por adolescentes homossexuais elegeram o Parque Madureira e a Quinta da Boa Vista como ponto de encontro, locais para conversar, namorar e ouvir música. A cada tarde de sábado eles se reúnem num dos parques.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia