Acusados de roubar joalheria em Ipanema ameaçavam vítimas com granada, diz Civil

Segundo o delegado Rodolfo Waldeck, bando teria lucrado cerca de R$ 5 milhões nos dois assaltos na Rua Garcia D´Avila

Por O Dia

Rio - Policiais da 14ª DP (Leblon) prenderam, na manhã desta quinta-feira, 11 pessoas acusadas de praticar assaltos a uma joalheria em Ipanema, na Zona Sul, no ano passado. Segundo o delegado Rodolfo Waldeck, titular da distrital, o bando teria lucrado cerca de R$ 5 milhões nos dois assaltos na Rua Garcia D´Avila.

A ação desta quinta aconteceu em vários pontos da cidade e contou com a participação de 70 policiais de diversas delegacias distritais, com apoio de agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE).

De acordo com a polícia, bando era violento e usava granada para ameaçar vítimasSeverino Silva / Agência O Dia

"Essa quadrilha era muito violenta e usava até granadas para ameaçar as pessoas", destacou Waldeck, que investiga ainda a participação do grupo, composto por 10 homens e uma mulher, em mais crimes na Zona Sul.

Os policiais chegaram até a quadrilha através de um policial militar aposentado que trabalhava como segurança na loja. Myromides Ribeiro de Paula Júnior é apontado como um dos líderes do esquema. Para a Polícia Civil, o PM facilitava a ação do bando.

Últimas de Rio De Janeiro