Polícia identifica acusado de furtar cinco toneladas de cabos elétricos da Light

De acordo com a Civil, homem cometeu os crimes entre os meses de dezembro de 2013 e janeiro deste ano

Por O Dia

Rio - Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) identificaram, nesta sexta-feira, um homem acusado de furtar cerca de cinco toneladas de cabos da Light no Centro e nos bairros de Ipanema, Jardim Botânico e Lagoa, na Zona Sul do Rio.

De acordo com a polícia, José Cardoso dos Santos Neto, de 41 anos, conhecido como Tatu, cometeu os crimes entre os meses de dezembro de 2013 e janeiro deste ano. Ele roubou cerca de quatro toneladas de fio, principalmente nos bairros de Copacabana, Ipanema e Jardim Botânico. Ele já tinha quatro passagens pelo mesmo crime e havia deixado o presídio Patrícia Acioli, em São Gonçalo, em julho do ano passado.

Polícia procura homem que roubava cabos da rede subterrâneaFabio Gonçalves / Agência O Dia

De acordo com o delegado da especializada, Rodrigo Santoro, ele cometeu os crimes nos dias que antecederam os apagões e o acusado trocava os cabos de alta tensão por fios mais finos, mas que sustentavam a energia na região. "O criminoso fazia uma espécie de 'gambiarra', substituindo o cabo tradicional pelo cabo fino. Com a chegada do verão, quando as pessoas usam mais energia, surgiram os problemas e descobrimos os furtos", revelou.

O delegado acredita que os roubos foram feitos nos dias anteriores à queda de luz na região e aos poucos, o que não despertava suspeita. José Cardoso foi descoberto após o esclarecimento de um outro furto de cabo e após ser reconhecido por um porteiro da região através de imagens como sendo o homem que entrava constatemente nas galerias. Ele também agia no Centro do Rio. Santoro espera que, com a divulgação da imagem do criminoso, ele seja rapidamente capturado.

'Gambiarra'%3A Ladrão trocava cabos de alta tensão por fios mais finosFabio Gonçalves / Agência O Dia


Últimas de Rio De Janeiro