Justiça decide que programa de TV retire vídeos com sátiras a Gloria Perez

Emissora terá que indisponibilizar áudios, fotos e vídeos em seu site e nas redes sociais que citem personagem

Por O Dia

Rio - A 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro decidiu, por unanimidade, que o programa Pânico na Band, da TV Bandeirantes, retire programas e quadros que contenham a personagem “Glória Fezes”, uma alusão à diretora de novelas Gloria Perez, da Rede Globo. A emissora terá que indisponibilizar áudios, fotos e vídeos em seu site e nas redes sociais (Youtube e Facebook) que citem a personagem. A multa em caso de descumprimento da decisão é de R$ 5 mil.

O relator do acórdão, desembargador Mario Guimarães Neto, destacou que o programa faltou com o bom senso ao fazer o trocadilho com o sobrenome da autora. “O trocadilho do nome ‘Gloria Perez’ por “Glória Fezes” é inadmissível e extrapola, de fato, todos os limites do bom senso, do espirito que deve nortear a imprensa, e, acima de tudo, do senso de responsabilidade que deve dirigir a atividade televisiva, orquestrada por quem, tendo o poder de formar opiniões em âmbito nacional, não poderia se dar ao direito de irrogar ofensas gratuitas e destituídas de qualquer valor criativo ou informativo”.

Últimas de Rio De Janeiro