'Gangue da Calcinha': prisão de PM é uma desilusão, diz Beltrame

Sargento é suspeito de roubar lingeries

Por O Dia

O sargento Denilson de PaulaReprodução

Rio - O secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, classificou como ‘uma desilusão’ a prisão do sargento Denilson Francisco de Paula, acusado de integrar uma quadrilha especializada no roubo de lingeries, mais conhecida como ‘Gangue da Calcinha’, conforme reportagens publicadas pelo DIA nesta semana. O policial ganhou destaque como um dos heróis do episódio conhecido como Massacre de Realengo.

“Foi uma desilusão. O que vamos fazer? Primeiro, ele teve um gesto bonito. Agora, participou de um episódio ruim”, analisou Beltrame, em meio à entrevista no Complexo da Maré ao lado do governador Luiz Fernando Pezão, nesta sexta-feira.

A quadrilha era composta por seis PMs. Segundo denúncia feita pelo Ministério Público à Auditoria de Justiça Militar, eles sequestraram e roubaram 13 motoristas que transportavam peças íntimas. Os PMs terão audiência na próxima quinta.

Denilson foi de herói a vilão em três anos. Em 2011, ele foi um dos três policiais a entrar na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, e interromper a ação do atirador Wellington Menezes de Oliveira que já tinha baleado e matado 12 crianças.

Últimas de Rio De Janeiro