Policiais militares vão de trem atuar em manifestação no Centro do Rio

Fotos dos agentes da PM nas composições do transporte coletivo foram enviadas por leitores de O DIA via Whatsapp

Por O Dia

Enviada pelo Whatsapp do DIA. Policiais vão para manifestação de tremFoto de leitor

Rio -  Os policiais militares que atuam no protesto contra a Copa do Mundo que ocorre na noite desta sexta-feira no Centro do Rio chegaram ao local da manifestação de uma maneira inusitada. Nada de ônibus da corporação.

Eles viajaram fardados nos trens da Supervia, muitos em pé.  Passageiros relataram nas redes sociais a situação diferente "Não tá fácil para ninguém, tá cheio de PM no trem indo pra Central", escreveu uma passageira no Twitter.

"Policiais indo de trem para a manifestação hoje. Mas não apresentaram o esquema e equipamentos de segurança? Cadê os ônibus?", escreveu um leitor de O DIA pelo Whatsapp

Sem querer se identificar, um policial descreveu o sentimento com a forma de deslocamento "Estou muito p@#% da vida".

Eles denunciam que a corporação não tem ônibus suficientes para fazer o transporte do efetivo e está auxiliando apenas no deslocamento deles do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap), em Sulacap, até a estação de Deodoro.

Eles também reclamam que a maioria é de recrutas que estão há apenas dois meses na PM e utilizam apenas cassetetes e questionam como será feita a volta, já que a previsão de término dos protestos é tarde.

A PM respondeu que é comum que os integrantes da corporação utilizem transportes públicos, principalmente quando realizam patrulhamento a pé, e que no caso dos alunos do CFAP optou-se pelo trem porque o deslocamento de ônibus seria prejudicado pelo trânsito naquele momento.

Últimas de Rio De Janeiro