Cedae reage à pesquisa sobre água que revela desconfiança da população

A empresa garantiu que a qualidade atende às especificações do Conselho Nacional do Meio Ambiente

Por O Dia

Rio - Em reação à pesquisa do Instituto Gerp, publicada no DIA, que revelou desconfiança da população na potabilidade da água no Rio, a Cedae garantiu que a qualidade atende às especificações do Conselho Nacional do Meio Ambiente. Segundo o presidente, Wagner Victer, todos bebem água da torneira nos prédios da Cedae.

O Comitê Olímpico Internacional, segundo Victer, apontou a confiança na água como um dos pontos fortes para a escolha da sede da Olimpíada de 2016.

No Noroeste, 82% afirmaram não confiar na água; na Niterói-Manilha, 79%. O abastecimento nesses locais é feito pelas empresas Águas do Paraíba e Águas de Niterói.

No Rio, cujo fornecimento é de responsabilidade da Cedae, 48% dos entrevistados demonstraram desconfiança. “Em 2011, o Instituto Proteste analisou amostras e atestou que a água pode ser bebida da torneira. Desde que entramos na Cedae, não se tem notícia de doença no Rio de Janeiro veiculada por via hídrica. Só bebo água de torneira”, afirmou Wagner Victer.

Últimas de Rio De Janeiro