Armação dos Búzios livre para pescadores

Operação retira estacas usadas em cais particular que impediam pesca em praia da cidade

Por O Dia

Rio - Ainda nesta quarta-feira, a paisagem da Praia da Armação, em Armação dos Búzios, na Região dos Lagos, estará livre da ação irregular da iniciativa privada. Vinte estacas usadas para ampliação de um cais particular de uma empresa de transporte marítimo, que prejudicavam a navegação de barcos de pesca na região, começaram a ser retiradas ontem, durante operação da Secretaria estadual do Ambiente (SEA). A remoção das estruturas, de 12 a 15 metros de comprimento e pesando três toneladas cada, era reivindicada por moradores e pescadores há seis anos.

Operação para retirada de estacas custou R%24 400 mil e terminará nesta quartaDivulgação

Orçada em R$ 400 mil, a operação da Coordenadoria Integrada de Combate aos Crimes Ambientais (Cicca), órgão fiscalizador da SEA, utiliza um guindaste com capacidade para içar 60 toneladas. O trabalho mobiliza dezenas de pessoas, entre agentes da Cicca, técnicos do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e da Prefeitura de Búzios, e policiais do Comando de Polícia Ambiental (CPAm).

A empresa Marina Porto Veleiro, que instalou as estacas, deverá arcar com os custos da operação, além de ser notificada a pagar multa que pode chegar a R$ 20 mil. Na época da colocação das estruturas, a empresa chegou a tentar a licença para instalação, mas foi negada a certidão do Serviço de Patrimônio da União (SPU). Esta era uma condicionante para a emissão da licença, negada pelo Inea. Notificada pelo estado, a empresa se recusou a retirar as estacas.

Segundo o secretário Carlos Portinho, a ampliação do cais era o objetivo do proprietário da empresa, Carlos Eduardo Bueno. “Ele foi notificado a retirar as estacas e, como não o fez, o estado está fazendo. A empresa será multada por descumprir a notificação. Também vamos recorrer à Justiça para que ele arque com os custos deste trabalho.”

Para o prefeito de Búzios, André Granado, a iniciativa representa muito mais do que retirar um obstáculo físico da praia: “Significa libertar os pescadores desta agressão. Búzios é uma vila de pescadores e eles não foram ouvidos quando colocaram aqueles equipamentos ali. Esta praia é o coração dos pescadores buzianos. Hoje é um dia de festa para eles”. “Estas estacas estavam adormecidas aqui há muito tempo. É uma obrigação do estado essa parceria com a prefeitura para devolver à cidade o que ela tem de melhor que é a paisagem”, completou Portinho.

Últimas de Rio De Janeiro