Caminhoneiro morre em tentativa de assalto na Avenida Brasil

Carga de cobre de caminhão que Carlos R. Freire, de 58 anos, dirigia era avaliada em R$ 500 mil. Homem morreu após não respeitar ordem de bandidos para parar o veículo

Por O Dia

Rio - Uma tentativa de assalto terminou com a morte de um caminhoneiro na Avenida Brasil, na altura da Penha, na manhã desta quinta-feira. Carlos Roberto da Silva, de 58 anos, seguia na pista lateral da via expressa, sentido Zona Oeste, quando foi abordado por homens armados, próximo ao Mercado São Sebastião. Ele dirigia um caminhão de 14 toneladas, com uma carga de cobre avaliada em R$ 500 mil. Como não obedeceu à ordem dos bandidos para parar, o veículo foi fuzilado e os criminosos fugiram.

Homens do Corpo de Bombeiros do quartel da Penha foram para o local, mas já encontraram o motorista morto. Policiais militares preservaram o local até que a chegada da Polícia Civil. A Divisão de Homicídios da Capítal (DH) já deu início às investigações sobre o caso e, nesta manhã, foi realizada perícia no local. Segundo a DH, testemunhas estão sendo ouvidas e todos os procedimentos estão sendo adotados para identificar o autor da morte do caminhoneiro.

Caminhão atravessou da pista lateral para a pista central em acidente na Avenida Brasil na manhã desta quinta-feiraCarlos Eduardo Cardoso / Agência O Dia

Atrás do caminhão de Carlos, seguia outro veículo da mesma empresa e que também carregado de cobre, porém o motorista deste veículo nada sofreu. Após ser realizada a perícia no local, o corpo foi retirado do veículo, por volta das 9h30, e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). O caminhão foi retirado da via às 10h05 e para isso o tráfego na Avenida Brasil foi interditado.

Muito sangue foi encontrado no interior da cabine do caminhão, no para-brisa e no banco do carona. Além disso, o veículo teve o pneu furado. A carga não foi danificada ou saqueada. Após o veículo ser fuzilado, o caminhão atravessou da pista lateral para a pista central e o tráfego ficou interditado, próximo à passarela 17. Agentes de tráfego da CET-Rio orientam motoristas. O trânsito apresentou grande lentidão ao longo da Avenida Brasil durante esta manhã.

Últimas de Rio De Janeiro