Mulher de 58 anos é a mais nova vítima de bala perdida no Rio de Janeiro

Sandra Costa dos Santos foi atingida na cabeça enquanto dormia em casa, em Bangu. Ela foi levada para o Hospital Estadual Albert Schweitzer, em Realengo

Por O Dia

Rio - O número de pessoas feridas por bala perdida no Rio de Janeiro aumentou na madrugada desta segunda-feira. Sandra Costa dos Santos, de 58 anos, foi ferida na cabeça enquanto dormia dentro de sua casa em Bangu, na Zona Oeste. Ela foi encaminhada para o Hospital Estadual Albert Schweitzer, em Realengo, e seu estado de saúde ainda é considerado estável, segundo a direção da unidade. A filha da vítima, Thaís Costa Campos, disse que sua mãe foi até a sua casa toda ensanguentada.

"Ela acordou sentindo uma dor na cabeça, colocou a mão no cabelo e viu que estava molhado. A minha mãe foi até o banheiro e viu que estava banhado de sangue. Ela foi até a minha casa que é próxima, chamei meu primo e viemos com ela para o hospital", relata.

Sandra Costa dos Santos (à esq.)%2C de 58 anos%2C foi baleada na cabeça enquanto dormia em casa%2C em Bangu. Ela está internada no Hospital Estadual Albert SchweitzerDivulgação

Thaís diz que sua mãe chegou consciente ao Albert Schweitzer. Ela afirmou que o horário em que Sandra Costa foi baleada, por volta das 3h, estava ocorrendo um tiroteio na Vila Aliança. "Toda madrugada tem tiroteio por lá. A gente acha que está seguro dentro de casa, mas vimos que não estamos. Nem dormir sossegado a gente pode mais. é perigoso em todos os cantos", diz.

A filha da vítima lembrou que o local onde sua mãe reside, Rua Amanajó, fica bem próximo de onde a menina Larissa de Carvalho, de 4 anos, também foi atingida por uma bala perdida no último dia 17. O caso de Sandra foi o 12º registrado nos últimos dez dias no Rio e Região Metropolitana.

O cunhado da Sandra, Carlos Antônio, esteve no hospital para visitá-la. Ele afirmou que o tiro acertou de raspão o lado esquerdo da cabeça dela e que não corre risco de morte. "Ela deu sorte, nasceu novamente", disse.

De acordo com o cunhado, Sandra deve ser transferida ainda nesta segunda-feira para um hospital com neurologista, pois não tem na unidade onde ela está internada.

Polícia Civil tenta identificar autor do disparo

Policiais da 34ªDP (Bangu) instauraram um inquérito para apurar o caso. Segundo a assessoria da Polícia Civil, os agentes estão realizando nesta segunda buscas na região para tentar identificar o autor do disparo que feriu Sandra Costa. Familiares e testemunhas prestarão depoimento, assim como a vítima quando deixar o hospital.

Também no Albert Schweitzer está internada a adolescente Lilian Leal de Moraes, de 13 anos. Ela deu entrada na unidade na noite de domingo após ser baleada na perna durante um tiroteio entre bandidos do Morro do Chapadão, em Costa Barros. Segundo o hospital, a jovem passou por cirurgia e seu estado de saúde é considerado estável. No entanto, Lilian não tem previsão de alta.

Últimas de Rio De Janeiro