PM prende quadrilha que assaltava comércio no Centro do Rio

Quarteto roubou loja da Tele-Rio, na Sete de Setembro, mas acabou detido em ação na Drogaria Pacheco, na Avenida Rio Branco

Por O Dia

Rio - Quatro pessoas - sendo uma mulher - foram presas em flagrante por policiais do 5º BPM (Praça da Harmonia), na noite desta quarta-feira, durante um assalto frustrado a uma drogaria na Avenida Rio Branco, no Centro do Rio. Quatro armas, cerca de R$ 20 mil em espécie e material para arrombamento foram apreendidos. Elas são suspeitas de integrar uma quadrilha especializada que atua no roubo a estabelecimentos comerciais na região.

De acordo com o delegado adjunto da 5ª DP (Mem de Sá), Leandro Artiles, a ação da quadrilha começou por volta das às 19h. Os quatro integrantes armados invadiram a loja da Tele-Rio, na Rua Sete de Setembro. Eles renderam funcionários e clientes, roubaram tablets e aparelhos celulares e fugiram. As vítimas foram trancadas na loja. PMs foram acionados e todos foram libertados.

Quadrilha que praticava roubos a comércios no Centro é presaOsvaldo Praddo / Agência O Dia

LEIA: Assaltos colocam em xeque segurança nos shoppings do Rio

Três horas depois, o grupo agiu na Drogaria Pacheco, na Avenida Rio Branco, 156, esquina com a Rua Nilo Peçanha, a cerca de 400 metros da Tele-Rio. Armados e com material para arrombamento, a quadrilha rendeu os funcionários e arriou as portas da loja. Um vigia que estava à distância do lado de fora percebeu a ação e acionou o sargento Alex, que estava de serviço na cabine da PM no Largo da Carioca.

Com o apoio de duas guarnições, ele e os colegas entraram na loja. Um dos criminosos foi preso logo na entrada. Outros três fugiram para o andar superior, mas acabaram se rendendo. Foram apreendidos quatro revólveres calibre 38, R$ 19.651 em espécie e material para arrombamento, como um pé de cabra e um macaco hidráulico, usado para estourar o cofre da drogaria.

Durante a madrugada o delegado Leandro Artiles comandou uma diligência até a casa de Antônio Jocely Lima Rodrigues, um dos presos, na Favela da Rocinha, em São Conrado, na Zona Sul do Rio. A polícia teve informação de que após a ação na Tele-Rio, duas sacolas com os produtos roubados tinham sido levados para a casa dele, com o auxílio de um taxista. Com o apoio de policiais da 11ª DP (Rocinha) e da UPP da comunidade, eles estiveram na residência mas nada foi encontrado.

Armas e material usados pelos assaltantes durante crimes no CentroOsvaldo Praddo / Agência O Dia

Além de Antonio foram presos Anderson Pereira dos Santos, Pedro Cabral da Silva e Tamires Pereira dos Santos. Todos são moradores da Favela Beira-Rio, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste. A Polícia Civil investiga a informação de que os quatro participaram de outros assaltos a lojas da rede Pacheco, como nos bairros da Glória e de Botafogo, na Zona Sul carioca. Eles foram reconhecidos por funcionários.

"Gostaria de conclamar vítimas, donos de estabelecimentos roubados que, caso reconheçam esses acusados como participantes de crimes em outras lojas, que compareçam aqui na 5ª DP para denunciá-los", clamou Leandro Artiles.

Antônio, Anderson, Pedro e Tamires foram autuados por roubo majorado e formação de quadrilha.

Drogaria também é roubada na Freguesia

Também na noite desta quarta-feira, dois menores de 16 e 17 anos foram apreendidos após assaltar a loja da Drogaria Pacheco, na Estrada de Jacarepaguá, 774, na Freguesia, em Jacarepaguá, na Zona Oeste.

Um funcionário acionou policiais do 18º BPM (Jacarepaguá) que realizaram buscas na região, localizando os acusados. Com eles foram recuperados os cerca de R$ 2 mil levados do malote e a faca usada no crime. Ambos foram reconhecidos pelo denunciante. Segundo a vítima, a dupla já havia praticado outro roubo à loja.

Os jovens foram autuados na 32ª DP (Taquara) e depois encaminhados para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), no Centro.

Últimas de Rio De Janeiro