Agente da CET-Rio é agredido após acidente de trânsito na Avenida Brasil

Caso aconteceu em Benfica quando supervisor da companhia desfazia cena do acidente. Caso foi parar na delegacia

Por O Dia

Rio - Um novo caso de violência contra agentes da CET-Rio aconteceu na manhã desta quinta-feira na Avenida Brasil. Um supervisor de trânsito foi agredido por um motorista quando desfazia a cena de um acidente na altura de Benfica, na pista sentido Centro da cidade.

De acordo com o Batalhão de Vias Expressas (BPVe), o motorista, que é um militar do Exército, desceu do veículo e partiu para tirar fotos da colisão em que se envolveu para o registro do e-brat, quando o supervisor de trânsito pediu que ele retirasse o veículo do local. Houve discussão e o motorista teria agredido o agente. Os policiais levaram os dois para a 17ª DP (São Cristóvão), onde o caso foi registrado.

De acordo com informações dos agentes, foi feito um registro de lesão corporal. Cinco envolvidos, sendo quatro agentes da CET-Rio, foram autuados e classificados como autor/vítima. Eles foram encaminhados para exame de corpo de delito. Todos assinaram o termo circunstanciado, foram liberados e o caso encaminhado ao Juizado Especial Criminal (JECRIM)

LEIA: 'Foi intencional', diz agente que viu atropelamento que matou supervisor

Esse é o terceiro ocorrência de violência contra agentes de trânsito. No último dia 2, um motorista de um ônibus tentou atropelar operadores da companhia nas esquinas das avenidas Presidente Vargas e Rio Branco após ignorar ordem de parada.

Em fevereiro, o supervisor de trânsito da CET-Rio David Bezerra da Silva, de 33 anos, foi morto após ser atropelado por um ônibus da linha Castelo-Bananal, da empresa Paranapuan. David anotava dados da ocorrência de uma colisão envolvendo o coletivo quando o motorista Leandro Rodrigues da Silva tentou fugir do local e o atingiu.

Últimas de Rio De Janeiro