'Food trucks' são regulamentados

Prefeitura definirá pontos fixos de atuação nas ruas para o setor de gastronomia sobre rodas

Por O Dia

Rio - Boas notícias para quem curte a versão gourmet da gastronomia de rua da cidade. Após São Paulo tomar a iniciativa, a Prefeitura do Rio regulamentou a atividade dos food trucks com a indicação de pontos fixos espalhados entre todos os bairros da cidade. A definição ocorrerá até o fim de junho no Diário Oficial do Município.

O 4º Food Truck Festival acontece no shopping Village até domingo Divulgação

Para Andreia Constantino, diretora da Associação de Comida Artesanal Sobre rodas (Acaso-RJ) e dona do Nômade Truck, a regulamentação é extremamente importante para o setor. O decreto 39.709 de janeiro de 2015 que garante a atividade em áreas públicas foi aprovado pela Câmara de Vereadores do Rio.

“Aguardamos ansiosamente e muito confiantes por esse reconhecimento. A função do food truck é trabalhar nas ruas, claro que os eventos ‘indoor’ agregam valor ao nosso trabalho, mas estar nas ruas é fundamental”, afirma Andreia.

Outro setor que pretende crescer com a regulamentação é o de montagem e customização dos veículos usados. “O custo para a montagem de um food truck varia de R$ 40 mil, para um trailer, a R$ 300 mil, no caso de um caminhão completo, incluindo placas de energia solar”, explica Luis Eduardo Machado, dono da RJ Custom, que diante do aumento da procura pelos serviços precisou ampliar sua loja e criou o RJ Park, para estacionamento, limpeza e manutenção de food trucks.

Por enquanto o segmento mantém suas atividades em festivais, festas particulares, casamentos e encontros específicos de comida sobre rodas. No Rio, o 4º Food Truck Festival acontece no pátio do shopping Village Mall. O evento que começou na terça-feira e vai até domingo, oferece culinária variada e cardápios especiais de outono. A feira conta com veteranos como Los Mendozitos, Brauni, Delfina, Fado, Forasteiro, Fites, Larica, Le Vin, Monsieur B Burguer, Nhac, Nômade, Pilequinho, Ribs e Tapí.

Últimas de Rio De Janeiro