Policiais da UPP Mangueira prendem acusado de matar PM na comunidade

Sérgio Gouveia, vulgo 'Nego 10', é apontado pela morte do policial Thiago Rosa Coelho da Silva, em outubro de 2014

Por O Dia

Sérgio Gouveia%2C conhecido como 'Nego 10'%2C de 37 anos%2C era procurado pela morte do PM Thiago Rosa Coelho da Silva%2C na UPP Mangueira%2C em outubro de 2015Divulgação

Rio - Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Mangueira prenderam, na noite desta segunda-feira, Sérgio Gouveia, o 'Nego 10', apontado como o autor do assassinato do soldado da PM Thiago Rosa Coelho da Silva, lotado na unidade da comunidade, em outubro do ano passado.

Os policiais chegaram até 'Nego 10', de 37 anos, na Rua Graciete Matarazzo, no interior da favela, após informações do setor de inteligência da unidade.

Ele possuía um mandado de prisão em aberto pela morte do PM. Thiago foi morto quando patrulhava na localidade conhecida como Buraco Quente.

Um outro soldado foi baleado na perna quando tentava resgatar o amigo durante o ataque.

Na época, a comunidade sofreu com frequentes tiroteios após a morte do ex-traficante Francisco Paulo Testas, o Tuchinha, assassinado dentro da Mangueira. Desde então, grupos de quadrilhas rivais começaram a disputar o controle do tráfico de drogas na região.

O caso é investigado pela Divisão de Homicídios (DH).

RELEMBRE: PM é morto e outro fica baleado durante troca de tiros na Mangueira

Últimas de Rio De Janeiro