Jovem é amarrado e agredido após tentativa de assalto em Guapimirim

Rapaz de 19 anos tentou roubar motociclista em posto de combustíveis no Capim, foi apreendido por um policial civil e depois apanhou de populares até a chegada da PM

Por O Dia

Rio - Um jovem de 19 anos foi amarrado e apanhou de populares no Capim, bairro de Guapimirim, Região Metropolitana do Rio, na manhã desta sexta-feira. A agressão ocorreu após ele tentar roubar a moto de um motociclista em um posto de combustíveis, no quilômetro 116 da BR-493, a Rio-Teresópolis, por volta das 9h. Inicialmente, a PM divulgou que o rapaz era menor de idade, informação que foi retificada pela Polícia Civil.

"Ele veio caminhando pelo acostamento da estrada e se aproximou desse nosso cliente que aguardava para abastecer a moto em uma de nossas bombas. O garoto vestia casaco, bermuda e chinelo. Ele se aproximou do rapaz, mostrou a arma que escondia embaixo do agasalho e falou, baixinho, 'perdeu, perdeu, passa a moto", comentou uma responsável pelo estabelecimento.

Menor foi amarrado e agredido por populares em Guapimirim Leitor Sérgio Emanuel

Segundo a mulher, que pediu para ter sua identidade preservada, um frentista viu toda a cena e alertou um policial civil que estava no posto. "Esse policial é nosso cliente e abastece todos os dias aqui. O garoto chegou a subir na moto para ir embora, mas o dono da moto acabou gritando desesperado 'socorro, ele está me roubando'. Foi quando o policial deu voz de prisão para o garoto", contou.

O jovem foi amarrado até que os policiais do Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) do 34º BPM (Magé) chegassem ao local. Enquanto aguardava a chegada dos PMs, o policial civil assistiu aos populares agredirem o jovem com socos e pontapés.

LEIA MAIS:

Suspeito de assalto é espancado e amarrado na Zona Oeste

Homem amarrado e agredido na Z. Oeste tinha deixado a prisão em junho

Dois suspeitos de linchamento que acabou em morte são identificados

Suspeito é amarrado em poste e apanha até morrer de populares

A responsável pelo posto encontrou uma forma de justificar a agressão: "A população anda muito revoltada com todas essas questões. Isso (o roubo) é uma coisa generalizada em todos os cantos do estado. Por mais que a polícia dê um suporte, quando a população se depara com uma situação dessas, acaba querendo revidar de alguma forma, se manifestar para mostrar indignação".

A Polícia Militar informou inicialmente que o rapaz era menor de idade e que um revólver havia sido apreendido com ele. O rapaz foi encaminhado à 67ª DP (Guapimirim), mas o caso foi registrado na 62ª DP (Imbariê), a central de flagrantes da região.

Na 62ª DP (Imbariê), o jovem foi identificado como Rodrigo Silva Pereira, de 19 anos. Ele foi preso em flagrante e responderá por tentativa de roubo qualificado pelo emprego de arma de fogo. O revólver apreendido com ele era calibre 38.

A prisão foi realizada por um policial civil, que o imobilizou e aguardou a chegada de uma viatura da PM. A Corregedoria Interna da Polícia Civil (Coinpol) irá apurar se o agente tinha condição de evitar as agressões contra o preso.

A 67ª DP (Guapimirim), delegacia responsável pela região, está investigando as circunstâncias em que o criminoso foi agredido. Os agentes realizam diligências para localizar imagens e testemunhas que auxiliem na identificação da autoria do crime.

Últimas de Rio De Janeiro