Artistas fazem performance em homenagem às mulheres atletas

Apresentação aconteceu no Museu Nacional de Belas Artes e marca maratona pré-Jogos Olímpicos

Por O Dia

Rio - Uma tela branca que em poucos minutos ganha cores e desenhos abstratos. Essa é a ideia base da performance ‘Contornos’, realizada neste sábado pelo coletivo Pi no Museu Nacional de Belas Artes, no Centro do Rio.

No palco, quatro artistas — Pâmela Cruz, Priscila Toscano, Chai Rodrigues e Natália Vianna — utilizam seus corpos para deixar suas marcas em uma tela. A performance faz referência a todas as atletas mulheres que marcaram e ainda marcam o esporte brasileiro. “Essa foi a nossa primeira apresentação aqui no Rio. O grupo vem com a ideia de carimbar as paredes e muros da cidade, questionando de forma poética os contornos que definem e segregam a mulher na sociedade”, explica Jean Carlo Cunha, um dos integrantes do coletivo.

Quatro artistas da companhia Pi utilizam seus corpos para deixar suas marcas em uma tela brancaPaulo Araújo / Agência O Dia

A apresentação faz parte da Maratona Cultural que celebra o marco de um ano para o início dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. “Na apresentação, as meninas fazem uma homenagem a todas as atletas que lutam para alcançar o seu lugar”, diz Jean.

Últimas de Rio De Janeiro