'Aplicativo foi o causador disso tudo', diz viúvo de idosa morta no Caramujo

Segundo Francisco Múrmura, eles já conheciam o caminho, mas usaram Waze pois ela 'estava animada com tecnologia'

Por O Dia

Rio - O empresário Francisco Múrmura, marido de Regina Múrmura, de 70 anos, morta a tiros após eles errarem o caminho e entrarem no Complexo do Caramujo, em Niterói, apontou o Waze como o responsável pela tragédia. Segundo ele, o caminho até a Praia de São Francisco já era conhecido, mas a esposa estava animada e quis usar o aplicativo.

"Eu era um pouco relutante, nunca tinha usado o aplicativo. Mas era um destino tão conhecido, nós íamos sempre lá. Saímos do Leme e eu disse a Regina para ligar quando chegássemos em São Francisco. Ela estava muito empolgada com essa tecnologia e eu não quis discordar dela. O aplicativo foi o causador disso tudo", disse o também juiz arbitral, em entrevista nesta manhã ao programa Mais Você, da TV Globo.

Empresário disse que o aplicativo foi o causador da tragédia que culminou na morte de sua esposaReprodução TV Globo

Passado quatro dias após a tragédia, quando traficantes fuzilaram o carro onde estava o casal, no último sábado, o empresário disse ainda estar muito abalado e com olhos cheios de lágrimas. "Posso dizer estou absolutamente sem chão. Dilacerado. Tinha uma vida de amor, um relacionamento de 48 anos. Perdi minha namorada, minha amiga, amante, mãe dos meus filhos."

Morte de idosa no Caramujo é destaque na mídia internacional

?A idosa de 70 anos que foi morta por traficantes ao entrar por engano na comunidade do Caramujo, no Fonseca, em Niterói, foi destaque na imprensa internacional, que aponta problemas para os Jogos Olímpicos de 2016.

“O incidente suscitou preocupações sobre segurança e em torno favelas à frente dos Jogos Olímpicos no Rio e também sobre o uso de aplicativos de GPS em um estado para o próximo ano, onde bairros controlados por gangues situado ao lado de áreas turísticas", destacou a emissora norte-americana "CNN".

Sobe para R$ 5 mil recompensa por bandido responsável por morte de idosa

?O Portal dos Procurados, do Disque-Denúncia, aumentou de R$ 1 mil para R$ 5 mil a recompensa por informações que levem a prisão de Rodrigo da Silva Rodrigues, o Tineném, chefe do tráfico do Complexo do Caramujo e apontado como responsável por diversos assassinatos na região, inclusive da jornalista Regina Múrmura.

LEIA MAIS

Morte de idosa no Caramujo é destaque na mídia internacional

Sobe para R$ 5 mil recompensa por bandido responsável por morte de idosa

Traficantes que mataram idosa no Caramujo são suspeitos de sequestro

Últimas de Rio De Janeiro