PM do Bope corta e doa cabelos a instituto que trata crianças com câncer

Sem titubear, militar vestiu a farda, foi a salão no Centro e deixou 30 cm de cabelos que virarão perucas

Por O Dia

Por uma boa causa%2C PM deixou cabelão por look mais curtoDivulgação

Rio - Missão dada é missão cumprida para a policial militar Patrícia Lima, 44, que integra o Batalhão de Operações Especiais (Bope), a tropa de elite da Polícia Militar do Rio. Nesta quinta-feira, Patrícia vestiu a farda e foi a um salão de beleza no Centro.

A PM deixou para trás o cabelão e doou 30 cm das madeixas, que serão doadas ao Instituto Ronald MC Donald. A instituição trata de crianças com câncer

"Queria, de alguma forma, levar um pouco de alegria a quem sofre de câncer. E quem sabe estimular que outras pessoas também doem", disse Patrícia. 

A policial está há 12 anos na PM e tem dois filhos, uma jovem de 24 anos e um adolescente, de 16. 

Últimas de Rio De Janeiro