Botafogo também possui plataforma pronta de metrô sem utilização

Ao olhar pela janela do metrô entre as estações Cardeal Arcoverde e Botafogo, neste sentido, é possível ver uma plataforma e a caverna escavada

Por O Dia

Rio - A plataforma secreta nas profundezas da Estação Carioca do metrô, erguida desde os anos 80 e nunca utilizada, como O DIA mostrou nesta terça-feira, não é a única que o governo estadual começou a construir e não terminou. Há mais de 20 anos, moradores de Botafogo cobram uma estação que chegou a ser escavada nas proximidades do Shopping RioSul e que ganharia o nome de Morro de São João.

Ao olhar pela janela direita do metrô entre as estações Cardeal Arcoverde e Botafogo, neste sentido, é possível ver uma plataforma e a caverna escavada. O blog ‘Metrô do Rio (não oficial)’ divulgou imagens recentemente.

GALERIA: Rio tem estação de metrô abandonada há mais de três décadas

“A estação ficou apenas com sua estrutura em rocha, faltando o acabamento e seus acessos. Também falta construir a plataforma do andar inferior, já que o trem que segue para Botafogo passa por cima do que vai para Copacabana”, explica Miguel Gonzalez, jornalista autor do blog e pesquisador do tema.

O acesso à estação Morro de São João seria na Rua Álvaro Ramos, onde hoje há uma base temporária da Polícia Militar. A escavação foi feita durante a expansão do metrô de Botafogo para Copacabana, nos anos 90.

“O governo tentou fazer uma parceria público-privada com o shopping para viabilizar a construção, mas não foi à frente devido aos custos”, lembra o engenheiro Licínio Machado, da Associação de Moradores de Botafogo. A associação estima que 50 mil moradores seriam beneficiados com a estação, sem contar trabalhadores do bairro.

O engenheiro de Transportes Alexandre Rojas, da Uerj, ressalta que a estação foi deixada de lado porque não havia demanda. Procurada, a Secretaria Estadual de Transportes não comentou.