Árvore da Lagoa é inaugurada em meio a temporal

Chuva não impediu a festa, que reuniu uma multidão

Por O Dia

Rio - A chuva até atrapalhou, mas não adiou a comemoração das milhares de pessoas que foram na noite deste sábado assistir a inauguração da árvore de Natal da Lagoa Rodrigo de Freitas. Mesmo sem o tradicional show que marcava o espetáculo, a queima de fogos durou sete minutos e emocionou crianças e adultos. Enquanto o público se espremia embaixo das árvores para não se molhar, ambulantes que vendiam capas de chuva e caipirinhas aproveitavam para ganhar um dinheiro extra.

“No ano passado estava melhor, mais organizado, nos deram água e capa de chuva”, reclamou Virgínia Cunha, 43, moradora de Mesquita. “Cheguei cedo para aproveitar com minha filha e amigos, mesmo com chuva vamos ficar”, disse ela que levou guarda-chuva para todos. “Ano passado tínhamos uma festa, esse ano não está tão bom", completou.

Milhares de pessoas%2C de várias regiões%2C foram conferir a tradicional queima de fogos da inauguraçãoDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

A baiana Larissa Ferreira, 17, moradora de Guadalupe, não conseguiu conter a emoção e a expectativa para ver a árvore. Ela, que mora na cidade há pouco tempo, foi com a mãe, a irmã e a prima ver a queima. “Apesar de tudo, é muito lindo”, resumiu.

Passado o susto com a parcial destruição da estrutura devido a um vendaval, o evento teve como tema ‘O Natal da Renovação’. “Empenhamos todos os esforços para realizar a 20ª edição consecutiva da Árvore de Natal, que além de trazer o tema renovação, passou a ser um exemplo de superação”, disse Alexandre Nogueira, que é diretor do Grupo Bradesco Seguros, patrocinador do tradicional evento.

Com 53 metros de altura, a Árvore é considerada um marco das comemorações das festas de fim de ano no Rio. A organização teve de se adequar e ao invés de cinco mudanças de luzes, como planejado, esse ano foram apenas três.

A primeira, coincidentemente foi uma seleção de gotas de chuva, que parecia ainda mais real com o temporal que caiu na cidade. Em seguida, um mapa mundi representava a Olimpíada, seguida da tradicional arvore de Natal patrocinada pela Bradesco Seguros.

A cenografia é assinada por Abel Gomes. “Assim como a árvore, os Jogos Olímpicos e Paralímpicos são símbolos de renovação’, aponta ele, que também é responsável pela abertura e encerramento dos Jogos Rio 2016.

Últimas de Rio De Janeiro