Hospitais universitários do Rio recebem R$ 4,1 milhões do Ministério da Saúde

Seis unidades receberão os recursos, que serão usados para reforçar os atendimentos e reestruturar os seus serviços

Por O Dia

Rio - Para desafogar um pouco a crise que atinge os hospitais universitários do Rio, seis unidades receberão R$ 4,1 milhões do Ministério da Saúde. Os recursos serão usados para reforçar os atendimentos e reestruturar os seus serviços, muitos deles precários ou que foram paralisados por conta da falta de verba.

Os hospitais beneficiados foram o Antonio Pedro (R$ 761 mil), Clementino Fraga Filho (R$ 761 mil), Gaffrée e Guinle (761 mil), a Maternidade Escola (R$ 571 mil), Instituto de Psiquiatria (R$ 282 mil) e Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (R$ 988 mil).

LEIA MAIS: Crise nos hospitais universitários suspende internações e cirurgias

Hospital da UFRJ%2C na Ilha do Fundão%3A atendimento chegou a ser interrompido por conta de grave crise financeiraBanco de imagens / Agência O DIA

A liberação dos recursos foi autorizada pela portaria 2.263, publicada em 31 de dezembro no Diário Oficial da União. As unidades estão entre as 34 contempladas em todo o país e, no total, serão destinados R$ 45 milhões para hospitais universitários de 21 estados e do Distrito Federal. O novo repasse integra o Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF), lançado pelo Governo Federal em 2010.

Últimas de Rio De Janeiro