Protesto relembra os dois anos do desaparecimento de Amarildo

Manifestação ocorreu em um dos acessos da comunidade da Rocinha, na altura da passarela, em São Conrado

Por O Dia

Rio - Moradores da Rocinha protestaram nesta quarta-feira à noite cobrando de autoridades a localização da ossada do ajudante de pedreiro Amarildo, em um dos acessos da comunidade, na altura da passarela, em São Conrado, na Zona Sul do Rio.

Cerca de 40 pessoas participam do ato, que relembra os dois anos do desaparecimento do pedreiro Amarildo. Na página do evento em uma rede social, 150 pessoas confirmaram presença. Policiais militares acompanham a movimentação, que segue pacífica. De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, o protesto causou lentidão no trânsito e retenções na Praça Sibélius, no sentido Barra. Na direção oposta, não houve problemas.

Segundo a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha, as câmeras do sistema de monitoramento detectaram um grupo de aproximadamente 50 pessoas se deslocando em direção a Autoestrada Lagoa-Barra para fazer uma manifestação, por volta das 19h30 desta quarta-feira. Policiais foram deslocados para o local e acompanham o ato que, até o momento, é pacífico.

Moradores da Rocinha protestam pelos dois anos do desaparecimento do ajudante de pedreiro AmarildoReprodução Internet


Últimas de _legado_O Dia 24 Horas