Beija-Flor promove oficina de turbantes em sua quadra em Nilópolis

Atividade tem por objetivo elevar a autoestima da mulher através das histórias e símbolos do acessório

Por O Dia

Os turbantes fazem parte da cultura africana, brasileira e oriental. Além de construírem a indumentária secular, eles também podem ser modernos, descolados e chiques. Pensando nisso, A Beija-Flor de Nilópolis, em parceria com a Colares D'Odhara, promove uma Oficina de Turbantes, que será realizada na quadra da agremiação, no sábado, dia 29 de novembro, a partir das 10h. A oficina tem por objetivo elevar a autoestima da mulher através das histórias e símbolos do acessório. Assim elas conhecerão mais da própria cultura e verão a beleza dos seus ancestrais.

Os turbantes são peças tradicionais que realçam a beleza das mulheres. Ministrada pela educadora Fabíola Oliveira, a oficina proporciona o conhecimento histórico-cultural e estético do turbante: “O que mais quero com a oficina é seguir trabalhando com a estética africana, assumindo o compromisso de difundir a cultura afro brasileira”, afirmou Fabíola.

Para participar da oficina os interessados deverão levar seu próprio tecido. Na foto, Selminha Sorriso (ao centro) com passistas da escolaDivulgação

Para participar da oficina os interessados deverão levar seu próprio tecido com metragem ideal de 1,80m x 0,50m ou adquirir os tecidos que serão vendidos na hora (liso - R$20 ou estampado - R$30). Haverá um bate-papo cheio de autoestima e construções.

A quadra da escola fica na Rua Pracinha Wallace Paes Leme, 1025, Centro de Nilópolis.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada