Hospital da Posse cancela consultas e cirurgias por causa da falta de água

Segundo parentes de pessoas que estão internadas no Hospital Geral, o problema ocorre desde a última sexta-feira

Por O Dia

O Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI), na Baixada Fluminense, cancelou consultas e cirurgias eletivas por causa da falta de água. Segundo familiares de pacientes internados, o problema ocorre desde a última sexta-feira. Além disso, muitos pacientes estão sem banho desde domingo.

Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI)suspendeu consultas e cirurgias por causa da falta de água Leitora Carla Rocha

A doméstica Natalina de Jesus, de 51, que está com o esposo internado na unidade, reclama que o companheiro está sem banho há dois dias e que não há água nem para beber. "Meu marido foi internado com uma fratura na bacia ocasionada por atropelamento de caminhão. Ele ainda não foi operado. A operação estava marcada para ontem, mas sem água os médicos tiveram que cancelar. Ele vai ser transferido para um hospital do centro da cidade, porque do jeito que está não dá. Não tem água para nada, ele não toma banho e muito menos bebe água”, conta a domestica. Quem também estava revoltada era a sobrinha de Natalina, a professora Andressa, de 22 anos. A jovem reclama que os funcionários da unidade tratam os pacientes e familiares com descaso. Segundo ela, o caminhão pipa do Corpo dos Bombeiros abasteceu o hospital apenas uma única vez. “Isso é um absurdo, é desumano. Um hospital desse tamanho não pode ficar sem água.

Segundo Natalina de Jesus%2C de 51%2Cseu companheiro está sem banho há dois dias. Além disso, a professora Andressa, de 22 anos, afirma que os pacientes e familiares estão sendo tratados com descaso pelos funcionários.Leitora Carla Rocha

Temos que comprar água para nós e para o meu tio. Ontem o carro pipa veio, mas creio que não foi suficiente”, reclama a professora. Pacientes que se tratam periodicamente na unidade também tiveram a consulta cancelada. Segundo a técnica de enfermagem Maria José, os funcionários cancelaram a consulta dela e não deram nenhuma satisfação referente à remarcação ou entrega de exame. “Eu vim de Japeri, porque tinha consulta marcada com o ortopedista, mas não fomos nem atendidos. Disseram que não estão funcionando e mais nada”, desabafa Maria José. A Secretaria de Saúde informou por meio da assessoria de imprensa que, o hospital, assim como grande parte do município de Nova Iguaçu, está sem água desde o final de semana. Segundo eles, estão sendo priorizados os atendimentos de urgência e a realização de cirurgias emergenciais. Ainda segundo a assessoria, a unidade está sendo abastecida por caminhões-pipa e a Cedae já está trabalhando para a regularização no abastecimento.

De acordo com Secretaria de Saúde de Nova Iguaçu%2Cestão sendo realizados somente os atendimentos de urgência e cirurgias emergenciais.Leitora Carla Rocha


Últimas de _legado_O Dia na Baixada