Um Pouco de História: Japeri, história com pouco progresso

Com a via férrea em 1858, surgiram transformações, como a construção de uma escola primária em 1872

Por O Dia

Até 1991 o território de Japeri pertencia ao Município de Nova Iguaçu. Seu passado remonta ao período da colonização e em suas terras estava o antigo Engenho de Pedro Dias, mais tarde chamado de Morgado de Belém. Estas terras faziam parte de uma grande sesmaria de quatro léguas pertencentes à freguesia da Sacra Família do Caminho Novo do Tinguá, concedida a Inácio Dias Velho da Câmara Leme, filho de Garcia Rodrigues Paes (o caçador das esmeraldas), que no início do século 18, abriu o Caminho Novo para com mais rapidez transportar o ouro das Minas Gerais.

Estação de Japeri é considerada a mais bonita da regiãoDivulgação

A palavra Japeri é de origem indígena e denominava uma planta semelhante ao junco, que flutuava nos pântanos da região, a qual os índios chamavam yaperi. Esta denominação substituiu o nome de Belém, nome dado pelos bandeirantes paulistas responsáveis por sua ocupação.

Com o falecimento de Inácio Dias, suas terras divididas passaram aos seus netos Pedro Dias Macêdo Paes Leme, marquês de São João Marcos, as situadas a oeste do Rio Sant’Ana e ao marquês de Quixeramobim, as situadas a leste do mesmo rio. O primeiro núcleo de povoamento na área formou-se ao redor da capela dedicada ao culto de N.S.a de Belém e ao Menino Deus, mandada edificar nas terras do seu engenho pelo guarda-mor Pedro Dias Paes Leme, autorizado pela Provisão de 8 de janeiro de 1762.

Segundo Monsenhor Pizarro, “a capela dedicada a N. Sra. de Belém e Menino Deus que Pedro Dias Leme fundou na sua fazenda do Guandu, substituiu a decadência de outra, construída com o orago de São José em sítio distante meia légua”. Ali foi instituindo o Morgado de Belém que tinha como limites a fazenda Santa Cruz, Morgado de Marapicu e a fazenda Mato Grosso.

Com a via férrea em 1858, em torno da estação denominada Belém surgiram transformações, como a construção de uma escola primária em 1872. Em 1858 a ferrovia chegou a Queimados e em 1861 alcançou Belém, cujo nome foi modificado para Japeri em 1940. A estação data de 1861 e é considerada a mais bela Estação da Baixada. Um belo exemplo do estilo neoclássico do século XIX, foi trazida da Inglaterra. O prédio tem o mesmo estilo das construções usadas no norte da Europa, com a técnica enxaimel. Com ela teve início a extensão do ramal até Macacos (Paracambi).

Em plebiscito realizado em 30 de junho do ano de 1991, o colégio eleitoral de Japeri votou por sua autonomia, a qual veio através da lei n.º1.902, de 2 de dezembro de 1991. A instalação do novo município foi em 1º de janeiro de 1993. Possui uma área territorial de 81,869 km2 e com uma população 105 mil habitantes.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada