Estrada de Ferro Mauá completa 160 anos

Magé lembra hoje a inauguração da via férrea, motor do desenvolvimento da região, que pode ser reativada

Por O Dia

Rio - Os 60 anos da primeira ferrovia do país, idealizada pelo empreendedor Irineu Evangelista de Sousa, o Barão de Mauá, serão lembrados hoje na Estação Guia de Pacobaíba, em <CW-25>Mauá, quinto distrito de Magé, berço dessa história. Marco histórico do crescimento brasileiro e da cidade, a Estrada de Ferro Mauá foi inaugurada em 30 de abril de 1854, trazendo a modernidade para o Brasil ao reduzir as distâncias e facilitar o comércio e o transporte, tornando-se símbolo do progresso.

Das 9 às 16h, os visitantes poderão ver a réplica da Baronesa, a locomotiva que circulou na ferrovia, e o bonde, além de conhecer a estação e mais sobre a história da cidade e desse patrimônio nacional, por meio da exposição de fotografias, exibição de documentários e oficinas de arte.

O consultor e pesquisador ferroviário Antônio Pastori, que defende a viabilidade de revitalização da antiga linha férrea, fará palestra sobre o tema. “ Nosso objetivo é reativar a primeira ferrovia do Brasil e preservar o pouco que resta de locomotivas e estações ferroviárias”, conta ele, que é presidente da Associação Fluminense de Preservação Ferroviária (AFPF).

Haverá ainda muita música com a Orquestra Aquarius de Magé e o cantor Sandro Vercele, que contará sobre a história dos trilhos no Brasil, além do Coral de Alunos da rede municipal de ensino. A trineta do Barão de Mauá, Francisca Nedehf, e o tetraneto Marquês de Viana Eduardo Nedehf, são os convidados de honra da festa, organizada pela Prefeitura de Magé, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Superintendência de Patrimônio da União (SPU).

Últimas de _legado_O Dia no Estado