Petrópolis terá leilão de veículos rebocados

Automóveis só vão a leilão após 90 dias no depósito. Os proprietários dos 363 veículos têm até o dia do evento para quitar as dívidas e recuperar seus bens

Por O Dia

Rio - No próximo dia dez de fevereiro, as 13h, vai acontecer mais um leilão de veículos que foram rebocados em situação irregular. O leilão é o segundo desde que o reboque começou a operar, em janeiro do ano passado. Os proprietários dos 363 veículos que estão no depósito da empresa, no Morin, têm até o dia do evento para quitar suas dívidas e recuperar seus bens. Conforme determina a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), os valores arrecadados com o leilão serão utilizados para a quitação dos débitos existentes, como multas, despesas de remoção, além de estada e despesas com o leilão.

De acordo com o presidente da CPTrans, Gilmar Oliveira, os veículos que irão a leilão estão há mais de 90 dias no depósito. “Vale lembrar que os proprietários ainda têm prazo para resolver as pendências e reaver seus veículos. Basta eles quitarem todos os débitos - como IPVA, despesas com diárias e reboques, e multas”, explicou. Para isso, os proprietários devem procurar a empresa Rodando Legal, localizada na Avenida Dom Pedro I, 486, Centro. Na página principal do site da Prefeitura, na aba “Evite transtornos”, há o passo a passo do que fazer quando o veículo for rebocado.

A lista completa com o nome dos proprietários, placa, chassi, ano e modelo dos veículos está no Diário Oficial do município, disponível também no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). No site da Rodando Legal (www.rodandolegal.com.br), serão disponibilizadas fotos dos veículos e os interessados também poderão fazer lances pela internet. Além disso, os interessados poderão visitar os veículos, todos em condições de circulação, no pátio do Morin.

O evento será no Petropolitano Futebol Club, que fica na Avenida Roberto Silveira, nº 82, Centro.

Últimas de _legado_O Dia no Estado