Na Lapa, manifestantes contrários ao impeachment acompanham Congresso

Mais cedo, multidão lotou Praia de Copacabana, na Zona Sul

Por O Dia

Rio - No Rio de Janeiro, os manifestantes contrários ao impeachment começam a se concentrar na Lapa, na região central da cidade, depois de ocuparem a Avenida Atlântica, em Copacabana, na Zona Sul. O ato é liderado pela Frente Brasil Popular.

Vestidos de vermelho, em sua maioria, os manifestantes permanecem sentados no chão, sob sol de cerca de 30 graus centígrados, ouvindo áudio dos deputados, em Brasília. Há um telão para acompanhar a votação, que, neste início de tarde, ainda não funcionava.

LEIA MAIS: Manifestação contra o impeachment movimenta orla de Copacabana

Manifestantes contrários ao impeachment se reúnem na LapaDirley Fernandes

A chamada do PMDB pelo presidente da Câmara, no Congresso, Eduardo Cunha, foi seguida de vaias pelos manifestantes contrários ao impeachment. Cunha é o principal alvo de protesto

Na Lapa, ao contrário de Copacabana, não há policiamento e também nenhum foco de confusão. A região tem sido palco de manifestações de apoio à presidente Dilma Rousseff. Na última segunda-feira, contou com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao lado de artistas e intelectuais.

Últimas de Rio De Janeiro