Ataque a tiros em acampamento deixa brasileiro e polonês feridos na Zona Oeste

Guia local e estrangeiro acampavam em Barra de Guaratiba, próximo a acesso à Pedra do Telégrafo com outras pessoas quando foram atacados

Por O Dia

Rio - A tranquilidade típica de um acampamento foi interrompida por um ataque a tiros, na noite desta terça-feira, em Barra de Guaratiba, na Zona Oeste do Rio. Um grupo estava no local, próximo ao acesso à Pedra do Telégrafo e da Praia do Fundo, quando um homem chegou atirando, deixando um guia e um turista polonês baleados. Eles e outras duas mulheres — uma brasileira e uma norte-americana — foram resgatados de helicóptero da região.

O grupo estava em barracas no local quando o homem, de roupa camuflada, chegou atirando. Assustadas, as mulheres que acompanhavam a dupla atingida correu em direção à mata.

Bombeiros do quartel da Barra da Tijuca foram acionados para o resgate e atendimento das vítimas. O polonês Pawel Jan Gravyboweki, 28 anos, foi levado para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, enquanto Walcleudes Alves Ferreira, 32 anos, seguiu para o Hospital Municipal Rocha Faria, em Campo Grande.  Não há informações sobre o estado de saúde deles. 

Ataque a acampamento em Barra de Guaratiba terminou com dois baleados. Nas imagens%2C polonês é socorrido e norte-americana Marie Theresa%2C em pânico%2C é acalmadaMontagem / Divulgação

Logo após darem entrada no Rocha Faria, a brasileira Thamires R. dos Santos, 20 anos, e a norte-americana Marie Theresa Bull, 52 anos, foram para a delegacia prestar depoimento. 

A PM foi acionada através do 31º BPM (Barra) e do Comando de Operações Especiais (COE) e apoiou o resgate das vítimas, inclusive com apoio de helicóptero do Grupamento Aeromóvel (GAM). Ainda não há informações sobre a prisão do atirador. O caso foi registrado na 42ª DP (Recreio). 

Últimas de Rio De Janeiro