Rodrigo Neves na frente em Niterói

Pesquisa aponta reeleição do atual prefeito em primeiro turno

Por O Dia

Rio - Pesquisa do Instituto Gerp, encomendada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói, mostra que não haverá segundo turno na eleição para a escolha do prefeito de Niterói. Rodrigo Neves (PV), candidato à reeleição, subiu nove pontos percentuais e tem agora 39% das intenções de voto, seguido por Felipe Peixoto (PSB), com 21%, Flávio Serafini (PSol), 5%, e Danielle Bornia (PSTU), 5%. Brancos ou nulos somaram 20% e indecisos, 10%.

Considerando apenas os votos válidos (excluindo brancos, nulos e indecisos), Rodrigo Neves aparece com 56%, seguido por Felipe Peixoto (PSB), com 30%, Flávio Serafini, com 7%, e Danielle Bornia, com 7%. Como o primeiro colocado tem mais votos que todos os adversários juntos, este resultado indica que, se as eleições fossem hoje, não haveria segundo turno em Niterói.

Neves na frente em NiteróiArte O Dia

O presidente do Instituto Gerp, Gabriel Pazos, avalia que Niterói caminha para definir a eleição no primeiro turno. “Rodrigo Neves teve um crescimento significativo. Ele abre uma margem de quase o dobro das intenções de voto do segundo colocado. Pode-se dizer, com segurança que, se nada de muito extraordinário acontecer, Niterói está no rumo de definir a eleição no primeiro turno”, disse Pazos.

Ele também analisou a distribuição das intenções de voto. “Rodrigo Neves teve crescimento na Região Oceânica e no que chamamos de Praias da Baía 2, que inclui bairros como Icaraí, Ingá, Charitas, Jurujuba, Boa Viagem e Gragoatá. Nas demais regiões, ele se manteve. Os adversários apenas oscilaram na margem de erro. Esse indicativo, no início da campanha, pode significar que a intenção de votos em Rodrigo Neves ainda vai crescer”, afirmou Pazos.

A pesquisa ouviu 700 eleitores entre os dias 3 e 6 de setembro. A margem de erro é de 3,78 pontos percentuais para mais ou para menos.

Últimas de Rio De Janeiro