Comandante de UPP é baleado em confronto no Pavão-Pavãozinho

Moradores relatam desde cedo intenso tiroteio na região e fazem alerta para que pessoas não saiam de casa e quem puder não se aproxime

Por O Dia

Rio - O capitão Vinícius Apolinário de Oliveira, da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, Zona Sul, foi baleado nesta segunda-feira em confronto com criminosos na região. De acordo com a UPP, a unidade sofreu diversos ataques criminosos desde o início desta segunda. Moradores da comunidade relatam desde cedo uma intensa troca de tiros na região.

O comandante foi levado para o Hospital Central da PM, no Estácio, na Zona Norte, medicado e liberado em seguida. Ele foi ferido por estilhaços por volta das 14h30, segundo a UPP. 

Tiroteio no Pavão-Pavãozinho assustou moradores Reprodução Facebook

No confronto, dois homens foram baleados. Os feridos foram levados para o Hospital Miguel Couto, na Gávea.

Um fuzil AK47 e uma pistola foram apreendidos. A operação ainda está em andamento.

O comércio está parcialmente fechado nas ruas próximas ao confronto. Em bairros vizinhos, como Ipanema, o mesmo ocorreu.

Muitos moradores usam as redes sociais para comentar que estão presos em suas casas e para alertar outros a não se aproximarem do local de confronto.

"Bagulho tá doido no Pavão-Pavãozinho. Medo de tiro e bomba", escreveu um usuário no Twitter. "Muito tiro e explosão no Pavão-Pavãozinho/ Cantagalo. Não venham para cá, não saiam de casa", alertou outro tuiteiro. "Tiro, fogos e helicóptero voando baixo por aqui", tuitou outro.

O policiamento na região foi reforçado pelo Batalhão de Choque (BPchq) e Grupamento Aeromóvel (GAM).

Últimas de Rio De Janeiro