Polícia faz megaoperação em comunidades da Zona Norte

Ações acontecem nos morros da Serrinha, do Cajueiro e São José, em Madureira. Objetivo é cumprir mais de 20 mandados de prisão contra traficantes da região. Quase dois mil alunos estão sem aula

Por O Dia

Rio - As polícias Civil e Militar, em conjunto, fazem desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira uma megaoperação nas comunidades da Serrinha, do Cajueiro e São José em Madureira, na Zona Norte do Rio. Blindados e um helicóptero participam da ação. Por conta da operação, quase dois mil alunos de 13 instituições de ensino estão sem aula. De acordo com informações de moradores, não confirmada pela polícia, uma pessoa — ainda não identificada — ficou ferida no confronto.

Um helicóptero e blindados ajudam na operação Reprodução / TV Globo

As primeiras informações dão conta de que, o objetivo da megaoperação é cumprir 21 mandados de prisão contra traficantes das comunidades. Mais de 25 viaturas das duas policias, além de mais de 100 homens, estão na região a procura dos criminosos.

Tiros assustaram moradores e quem passava no entorno das comunidades por volta das 6h. Nas redes sociais, moradores afirmaram que os disparos eram ouvidos na Rua Conselheiro Galvão e, principalmente na Avenida Ministro Edgard Romero, na imediações do Mercadão de Madureira. 

Equipe do Bope na entrada da Serrinha Reprodução Internet

De acordo com a Polícia Militar, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) está na Serrinha. A corporação, ainda, não informou se houve prisões ou apreensões. A Polícia Civil, ainda, não respondeu os questionamentos feito pela reportagem, por e-mail.

A Secretaria de estado de Educação (Seeduc) informa que, o Colégio Estadual Compositor Manacéia José de Andrade, em Madureira, suspendeu suas atividades na manhã desta quinta-feira. Ainda de acordo com a pasta, os conteúdos das aulas perdidas serão repostos. Já a Secretaria municipal de Educação (SME) informou que, por conta da operação, 1930 alunos de três escolas, oito creches e um espaço de desenvolvimento infantil (EDI) estão sem aulas, nas regiões da Serrinha e do Juramento.

Últimas de Rio De Janeiro