Secretário solicita auditoria e garante que passagem não subirá

Gestão anterior estimou que 70% das viagens do Rio são em ônibus refrigerados, mas não divulgou o percentual dos veículos que tem ar

Por O Dia

Rio - O vice-prefeito e o secretário municipal de Transportes, Fernando Mac Dowell, se encontrou ontem com representantes das empresas de ônibus e recebeu material relativo aos contratos de concessão. Ele garantiu que os documentos serão auditados antes que a prefeitura tome qualquer decisão sobre o reajuste das passagens de 2017, que está suspenso.

Mac Dowell vem declarando, desde quando assumiu, que não há chances de a tarifa aumentar enquanto a prefeitura não cumprir a meta de climatizar toda a frota — o que devia ter ocorrido até o fim de 2016. A gestão anterior estimou que 70% das viagens do Rio são em ônibus refrigerados, mas não divulgou o percentual dos veículos que tem ar.

Na segunda-feira, o desembargador Alexandre Freitas, negou, em caráter preliminar, o recurso em segunda instância da prefeitura para cancelamento da multa pedida pelo Ministério Público Estadual. A Justiça havia determinado, a pedido do MP, uma punição de R$ 20 mil à prefeitura por cada veículo sem refrigerador após o fim de 2016. Para ser cobrada, no entanto, a multa ainda precisa ser aprovada definitivamente pelo colegiado do Tribunal de Justiça. A derrota de segunda-feira foi a sétima da administração municipal.

Ontem pela manhã, o prefeito Marcelo Crivella também voltou a descartar o aumento das passagens. “O aumento não é bom para a população e nem para as empresas, pois a procura diminui quando a passagem fica mais cara. As empresas de ônibus receberam benefícios e pagam o ISS muito menor do que os demais prestadores de serviço justamente para que houvesse a climatização da frota”, lembrou.