Corpo de enfermeira morta após sair de plantão será enterrado nesta quarta-feira

Aline de Paula Pereira foi morta a tiros aos 31 anos, na noite desta segunda-feira, em uma tentativa de assalto na Avenida Brasil

Por O Dia

Enfermeira morreu em tentativa de assalto após sair do plantãoReprodução

Rio - O corpo de Aline de Paula Pereira, de 31 anos, morta a tiros na noite desta segunda-feira, em uma tentativa de assalto na Avenida Brasil, na altura da Vila Kennedy, será enterrado na tarde desta quarta-feira. Aline seguia para casa após deixar o plantão no Hospital Rocha Faria, em Campo Grande. O sepultamento ocorrerá no Cemitério Municipal de Nova Iguaçu, na Baixada, às 15h30, mas pode ser antecipado a pedido da família. 

"Ela estava trabalhando lá porque não pagavam o salário dela onde ela tinha que estar", disse o cunhado. Aline foi atingida na cabeça e chegou a ser socorrida, sendo levada para o Hospital Municipal Rocha Faria, onde trabalhava como enfermeira na maternidade, mas já chegou morta ao local. Os criminosos fugiram sem levar sua a moto.

Aline de Paula era casada com um policial militar, morava em Nova Iguaçu, e era mãe de três filhos. A mulher faria 32 anos na próxima semana. A Delegacia de Homicídios (DH) da Capital fez uma perícia no local do crime e investiga o caso. Até a manhã desta terça-feira ninguém havia sido preso.


Últimas de Rio De Janeiro