Homem que agrediu ex-mulher em van é preso

Ele tentou fugir após o crime, mas acabou preso

Por O Dia

Rio - Um homem acusado de tentar matar a ex-mulher por enforcamento e espancá-la foi preso, nesta quinta-feira, em Grumari, Zona Oeste. José Teixeira de Azevedo, de 66 anos, sofreu um acidente de carro e foi encontrado por bombeiros com ferimentos nos pulsos, horas após o crime.

O suspeito está internado sob custódia no Hospital Municipal Lourenço Jorge. Ele teria cometido o crime por não aceitar o fim do casamento. A mulher, de 45 anos, foi encontrada ferida dentro da van escolar na qual trabalhava, em Sulacap. Ela está internada e não corre risco de morrer.

De acordo com a titular da 33ª DP (Realengo), Márcia Cristina Lopes, o casal estava em processo de separação. O homem havia saído de casa pela última vez segunda-feira. Ainda segundo ela, José surpreendeu a ex-mulher quando ela deixava o condomínio onde mora, pouco antes das 6h.

Mulher foi agredida dentro de van escolar em RealengoSulacap News

Eles embarcaram na van e, com o veículo em movimento, foram praticadas as agressões e uma corda foi usada para tentar enforcar a vítima. A polícia ainda não sabe qual dos dois estava dirigindo.

Quando a van colidiu em outros carros na Avenida Alberico Diniz, a poucos metros do condomínio, José fugiu. A mulher foi socorrida por bombeiros e seu estado é considerado estável. “A vítima tem marcas no pescoço ocasionadas pela corda usada pelo agressor e mal falava, mas conseguiu me narrar alguns detalhes e dizer que o marido não aceitava a separação”, disse a delegada.

A delegada indiciou José por tentativa de homicídio qualificado. A pena por esse crime pode chegar a 20 anos de cadeia. “Ele emboscou, agrediu e tentou tirar a vida dela com a corda”, justificou. José foi preso após bater com o carro em uma mureta na Estrada de Grumari, próximo à praia de nudismo de Abricó. Além de escoriações pelo acidente, José tinha cortes nos pulsos, o que sugere que ele teria tentado se matar.

Últimas de Rio De Janeiro