Greve do Detran incha sistema de marcação de serviços online

Motoristas têm dificuldade de renovar CNH

Por O Dia

Rio - Desde o dia 20 de fevereiro, a assessora de imprensa Patrícia Melo, de 40 anos, realiza um ritual diário: tentar marcar a renovação de sua carteira de habilitação no Detran Online. Mesmo depois de ter pagado uma taxa de R$ 135, a mensagem do site é sempre a mesma: “Para a região selecionada, não existem vagas disponíveis no momento”. “Se o Detran sabe que as vagas não estão sendo oferecidas, deveria parar de emitir o Duda”, reclamou a assessora.

Além de Patrícia, diversos motoristas têm tido dificuldade em agendar serviços do Detran. Há quase dois meses, funcionários terceirizados entraram em greve. São pelo menos 12 postos afetados no estado.

A CNH do designer de interiores Ricardo Simões, 39, venceu no dia 29 de janeiro, mas ele só conseguiu pegar o novo documento ontem. “No Rio não tinha horário. Tentei Petrópolis e estava esgotado. Só consegui Cabo Frio. Lá me falaram que estavam lotados por causa da greve”.

Embora usuários continuem com dificuldade, o Detran afirmou que os postos da Região Metropolitana voltaram a funcionar. “O número de postos afetados diminuiu esta semana e acreditamos que o serviço volte à normalidade em breve para que possamos atender toda a demanda reprimida”, comunicou o órgão. O Detran informou que os pagamentos para a terceirizada Prol estão em dia, mas a empresa não depositou o salário dos funcionários. Segundo o órgão, um edital de licitação deve ser lançado para contratação de uma nova empresa.

Reportagem da estagiária Alessandra Monnerat

Últimas de Rio De Janeiro